Segunda-feira, 22 de Janeiro de 2007

Já venho...Amor

  

Em cada partida

Há dois corações

Que sofrem

Em cada lágrima vertida

Uma esperança renasce

Um olhar na despedida

Um sorriso no vento

Um abraço no reencontro

publicado por wings às 08:26
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Sábado, 13 de Janeiro de 2007

Sem Ti...Não sei...

Não sei…

Viver sem o teu perfume

Não sei...

Viver sem o teu carinho

Não sei…

Viver sem o teu sorriso

Não sei…

Viver sem a tua pele

Não sei…

Viver sem o teu corpo

Não sei…

Viver sem ti

Não sei…

Viver o meu tempo

Não sei…

Viver sem o teu amor

Sem ti...Não sei

Fico perdido e sem destino

Não sei…

Confesso que não sei

 

publicado por wings às 18:43
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Domingo, 7 de Janeiro de 2007

Cúmplices de um amor

 

 

Fecho os olhos nesta imensa solidão

Vejo-te…toco-te…sinto-te

Estás aqui!!!

Dou-te a mão, entrelaçamos os dedos

Passeamos pela brisa do mar sem medos

Um suave vento trespassa os teus cabelos

Que se elevam no ar como penas

De mão dada continuamos

Os olhares

Sim os nossos!

Fixam-se!

Cúmplices de um amor

Mas…

O tempo parou

Sim o mesmo tempo que nunca nos amou

À nossa volta nada existe

Só tu…só o eu!

Os lábios tocam-se numa frenética loucura

Os beijos abraçam-se…acariciam-se

As línguas dançam pujantes de ternura

O olhar…o toque

Tudo em ti é… doçura

Moves os lábios mas só escuto o teu coração

Amo-te meu amor…adoro-te

De mãos dadas continuamos…

O mar é o destino

Os rochedos ficam para trás

Calcando ódios e medos

Símbolos da vida que nos rodeia

Caminhamos, dançando sobre a húmida areia

E, sorris…sorrimos

Mostramos a felicidade que nos apoderou da alma

Esquecemos tudo… todos

Parte desta vida matreira

A salina espuma do mar invade-nos

Os corpos trocam-se…tocam-se

Transformamos a areia num rosáceo leito

Onde nos amamos

Nada importa, somos nós…somente nós

Os sofrimentos, as mágoas foram esquecidos

Dos tempos perdidos

Por fim abro os olhos com medo de os ter tido fechado

E de tudo não passar de um sonho de amor…sonhado

Mas…

Sinto o teu respirar…o teu perfume

O teu rosto no meu peito

O teu corpo abraçado ao meu…

Dormes na leveza deste  amor

Feito neste leito chamado de Mar

publicado por wings às 22:07
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito

.mais sobre mim

.Novembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.arquivos

. Novembro 2008

. Setembro 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Julho 2006

. Maio 2006

.links

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds