Sexta-feira, 30 de Novembro de 2007

Butterfly...

 

Acrilico de Wings

 

Nas veredas da paixão

Apareces voando…

De asas abertas, desenhas…

Pintas….seduzes….

Como reflexo em curso água,

Levas-me a voar nos teus lábios

E eu balanço,

Quando beijas esta cristalina água

Entre a realidade e a ficção

No teu ventre, encontro refúgio

No teu corpo afago meu desejo

E voamos…voamos…

De flor em flor…

Nas asas de um arco-íris

Traças com pinceladas de tons fortes

Na tela da minha vida

Um jardim …

Numa dança ao vento

Por ti encantado

 

publicado por wings às 22:59
link do post | comentar | favorito
10 comentários:
De Lua de Sol a 1 de Dezembro de 2007 às 02:20
Gosto muito. Gosto, definitivamente, da tua pintura. É moderna, tem conceito, forma, volume e textura... Não sendo desenhada com pormenor (que nem aprecio por aía além, apesar de conseguir reconhecer qualidade a aguns quadros mais académicos), transmite-nos uma ideia. Ou seja, nós ficamos a pensar. Podemos até não ver o que tu viste mas tu dás-nos um ponto de partida e eu aprecio a "dica" e a liberdade. Depois, gosto das cores, das combinações tonais.

Para mim, a norboleta é o fruto/objecto do "teu" desejo, até por estar a vermelho... Simboliza a paixão, uma paixão que voa ao sabor do toque, da caricia, do pensamento, do toque... Não fossem as tuas palavras "nuas", despidas de supérfulo e de aparências. Têm sempre essência, sentimento.

Este quadro é mais poético, contém metáfora, embora fale na mesma de um amor... e possa conter uma carga erótica, mas mais camuflada.

Gostei do quadro e das palavras...

Beijoca grande
De Lua de Sol a 1 de Dezembro de 2007 às 02:22
Voltei só para dizer que a esta hora pouco iluminada nem vi o que estava a fazer! Até borboleta escrevo "norboleta"... Desculpa. Foi a pressa em comentar, hehe!

Bjs
De wings a 1 de Dezembro de 2007 às 15:45
Obrigado pelas tuas sempre sinceras e encorajadoras palavras.
Tu, com a tua sensibilidade, consegues sentir, e ver o que na minha pintura, e nas palavras que a acompanha, está implicito, sempre pensei ser só possivel ser visto, pelas pessoas que me conhecem ,e acompanham diáriamente, pelos vistos enganei-me e ainda bem.

Bem hajas!!
Beiijoka


De Lua de Sol a 4 de Dezembro de 2007 às 12:17
Não sei se acerto sempre... mas gosto de observar com olhos de ver... e nem sempre vejo apenas com os olhos... sinto. O que acho verdadeiramente belo na pintura é o sentimento que é capaz de nos inspirar, de nos provocar...

Beijocas
De wings a 5 de Dezembro de 2007 às 02:08
Como sempre, tens na arte das palavras a razão de um sentimento.

Beijoka
De Secreta a 3 de Dezembro de 2007 às 09:47
Olá ,
Este poema e esta imagem são de uma beleza tocante. Adorei!
Beijito.
De João Cordeiro a 3 de Dezembro de 2007 às 11:55
Lindo! O poema e o acrílico.

Borboleta tema de outro livro...

Capítulo 1
São 23 horas e 30 minutos do dia 1 de Março de 2006. Ana foi ao quarto da filha, apertou-a contra o peito, beijou-lhe carinhosamente a testa, botou-lhe as asas de borboleta e voou com ela pela janela.


Perguntavas se o meu livro Ano Louco está publicado.
Sim... tens toda a informação no meu blog.


Beijo sonhador
De wings a 5 de Dezembro de 2007 às 02:13
Obrigado pela visita.
Já me informei de como adquirir o teu livro, será uma optima prenda de natal para mim mesmo.

Um Abraço
De Tânia Vargas a 3 de Dezembro de 2007 às 17:35
Mt lindo!
De wings a 5 de Dezembro de 2007 às 02:10
Obrigado pela tua visita, volta sempre.

Beijos

Comentar post

.mais sobre mim

.Novembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.arquivos

. Novembro 2008

. Setembro 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Julho 2006

. Maio 2006

.links

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds