Domingo, 25 de Novembro de 2007

Sente-me...Sem medos...

 

Acrilico de Wings

 

Deixa-te embalar nos meus pecados

Sem medos...

Entrelaça –te em mim…

Faz dos teus dedos soldados

Percorrendo o meu corpo…

Sente-me…

Entra no meu mundo

Invade-me os desejos…

Sem medos…

Descobre-me os sentidos

Apodera-te dos meus segredos

Sente-me…

Encontra-me em ti

Num melodioso gemido…

Entrega-te…

Abstrai-te do mundo…contrai-te

Liberta-te…Liberta-me…

Sem medos…

Sente-me…

Sim, mais uma vez...

 

publicado por wings às 01:38
link do post | comentar | favorito
8 comentários:
De Lua de Sol a 25 de Novembro de 2007 às 02:57
O quadro está lindíssimo! Tens a certeza de que não és pintor?! Tomara muitos... Curioso, os dois últimos que mostraste são muito em tons de cinza, negro... E gosto muito. Sou de amores e desamores: ou cores fortes ou aquela sensação de quase ausência de cor... Além de considerar que todas as tuas pinturas se centram num tema que gosto muito; relações, sentimentos e da mulher ter sempre um lugar cativo e de destaque, expressas a paixão entre dois seres de modo muito belo e sensual...Erótico, carregado de carnalismos que enchem a alma de transcendentalismos. Adoro a "sensação" de textura, de volume que lhes crias... Combina deliciosamente com a composição.

Agora, o poema... as palavras nuas que acompanham as imagens nuas... De um encantamento e profundidade especiais.
Já na escrita, na poesia, primas pela simplicidade e singeleza, o que confesso, me agrada particularmente. Estas palavras estão deliciosas.

Acho que no conjunto, o que mais gostei... Amei!

Beijos
De wings a 25 de Novembro de 2007 às 23:02
És muito generosa no teu comentário, fiquei deveras sensibilizado com as tuas palavras. Não sou pintor, apenas aprendiz auto-didata, nunca tive aulas de pintura, só o que leio nos livros que vou adquirindo, embora seja um sonho muito antigo, mas, só a cerca de dois anos é que pinto, mas pouco, depende muito da minha inspiração no silêncio das horas vazias!!!
Para mim, a mulher, o seu corpo, o seu aroma, o toque, são formas florais, delicadas às quais todo o homem deve apreciar e amar sem limites!
Um homem que não é capaz de olhar a beleza de uma flor "mulher", jamais terá a capacidade de a amar!
Quanto às palavras, é para mim bem mais fácil, na minha cabeça andam sempre em turbilhão, infelizmente tenho o péssimo hábito, de não escrever as ideias que vão surgindo, estou a tentar melhorar, até quando estou a cozinhar, vou começar a apontar as ideias, (onde é que eu ouvi alguém dizer que escrevia junto às panelas),, não sei, talvez num sussurro de uma Lua plena de Sol.

Beijos

Comentar post

.online

.mais sobre mim

.Olha as horas

.Novembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.arquivos

. Novembro 2008

. Setembro 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Julho 2006

. Maio 2006

.links

.Visitas

Free Counter

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds